Blog da Capricórnio

Postado em 10/09/2017
Tags: fetiche, boudoir, jeanswer, denim, ronaldo silvestre, mugler, phillipp plein, corset

Jeans e fetiche

Sensualidade nunca saiu de moda e há algumas estações, vemos esse quesito avançar com mais força pelas coleções no mundo inteiro e pelas ruas também.

Peças do universo da lingerie passaram a ser protagonistas dos looks, enquanto ícones como espartilhos, corsets, botas under the knee, cintas-liga e meias arrastão agora integram desde as produções mais casuais até o dress code mais glamuroso.

Nas semanas de moda internacionais e mesmo em terras brasileiras, o fetiche e o estilo boudoir têm aparecido com frequência, apontando uma tendência para o Inverno e o Verão 2018, inclusive no denim. As referências, porém, não trazem uma imagem feminina submissa ou ingênua e sim, de mulheres empoderadas, fortes, donas do próprio corpo e das próprias regras. Veja algumas inspirações.

Mugler, trouxe o espartilho de volta, em criações super estruturadas, para a Semana de Moda de Paris. Fotos: Reprodução

Ronaldo Silvestre levou para a sua Coleção de Inverno 2018, do Minas Trend, muita transparência, fendas e corsets trabalhados com passantes. Até a inspiração dessas criações resgata uma figura sensual do folclore brasileiro, a Yara. Foto: FOTOSITE

Phillip Plein, durante a Semana de Moda de Nova York, uniu a pinup moderna ao fetiche, em desfile inspirado em contos de fadas...

Foto: Reprodução

 

 

Postado em 05/10/2017
Tags: minas trend 2017, cadeia sustentável, moda sustentável, moda mineira, ronaldo silvestre, capricornio textil

Minas Trend com Capricórnio Têxtil e Ronaldo Silvestre

Todos os desfiles do mundo num só. Assim foi a apresentação de ontem, da Coleção Organic: Yara, do designer Ronaldo Silvestre, no Minas Trend 2017.

Num cenário minimalista e impactante, que remete ao pôr-do-sol mineiro, Ronaldo mais uma vez celebrou a identidade artesanal da região, contando para isso, com o denim da Capricórnio Têxtil, trabalhado com maestria pelas integrantes do Instituto Tecendo Itabira.

Inspirado pelos desenhos das Vitórias Régias, presentes em nossos rios, o estilista criou peças poéticas e atemporais, cheias de textura e movimento, para pessoas que valorizam um visual exclusivo.

O denim, usado em 90% das peças da Coleção, principalmente na forma de passantes, apareceu em vestidos, túnicas, corsets, saias, jaquetas, calças e tops. Com essa técnica, Ronaldo chama a atenção do mercado para o potencial sustentável da indústria do jeans e para um sistema produtivo que seja responsável socialmente, com atuação em áreas do Brasil ainda não exploradas pelas empresas do segmento fashion.

Ao invés de se prender a tendências, o designer reforça sua crença no slow fashion, comprovando que é possível criar com denim, propostas únicas, porém extremamente comerciais e atuais. Há peças no desfile, que não devem nada às criações apresentadas pelas grifes mais badaladas do mundo, nas Semanas de Moda de NY e da Europa. Quem assistiu ao desfile, pôde ver reinterpretações das criações de Tom Ford, Mugler e Sonia Rikyel, com o legítimo selo Made in Brasil, pelas mãos de Ronaldo Silvestre.

Fotos: FOTOSITE