Blog da Capricórnio

Postado em 07/06/2018
Tags: kate spade, jeans, acessórios em jeans, denim, moda, new york

Adeus, Kate...

Colorida, irreverente, bem humorada e leve...exatamente como a moda deve ser. Assim eram as criações de Kate Spade, jornalista que trabalhou como editora de acessórios da revista Mademoiselle e que, em 1994, jogou tudo para o alto para tornar-se designer e empreendedora. Ao lado do futuro marido, Andy Spade, fundou uma marca com seu nome, focada em bolsas.

A explicação para essa mudança de carreira e de planos se deu porque Kate não encontrava acessórios que traduzissem sua personalidade alegre. Resolveu desenhar as próprias peças. Em tons vibrantes, formatos inusitados e divertidos, rapidamente as bolsas caíram no gosto das editoras de moda de Nova York, sede da empresa, e conquistaram não só as americanas, como mulheres do mundo inteiro. Com o tempo, o portfólio de produtos da marca foi ampliado e chegaram calçados, roupas, semijoias, perfume e até uma Linha de decoração para a casa.

Mas embora o exterior de Kate refletisse alegria, internamente ela sofria de grave depressão há anos e a história terminou com o pior desfecho possível, neste  06 de junho, quando a estilista foi encontrada morta em seu apartamento, onde morava com a filha de 13 anos. Os indícios apontam para o suicídio, como causa da morte e com isso, o mundo da moda perdeu uma das mulheres mais talentosas e criativas da atualidade.

Fora do comando da marca Kate Spade, desde 2006, a designer iniciou em 2017, uma nova investida no universo fashion e fundou a Frances Valentine, dedicada a bolsas e calçados de luxo. Para nós, fica a lembrança da ousadia, das frases de efeito estampadas em muitas de suas peças  do estilo inconfundível.

 

O denim sempre marcou presença nas criações de Kate, seja nos acessórios, como nas peças de vestuário. O visual feminino e muitas vezes ingênuo da própria designer se refletiu em vestidos e no jeans de modelagem capri. No quesito bolsas, o denim reinou compondo  peças para todos os gostos e lifestyles.

Fotos: Reprodução

 

 

 

Postado em 05/06/2018
Tags: festa junina. look jeans, look country, inverno 2018, patchwork, jeans bordado

Junho tem muito jeans

Junho chegou com cheiro de festa. É tempo de quermesses, São João, festivais de música e baladas sertanejas. Será que dá para se vestir bem nessas ocasiões, fugindo da fórmula skinny jeans + camisa + botas?

A gente pesquisou algumas referências para te mostrar que o grande segredo das produções atuais é a composição do estilo. Aproveite a alta do xadrez e mixe a peça à jardineira, por exemplo, para criar uma proposta mais hipster. Outra ideia é o look total jeans cheio de patchwork, com tons diferentes de tecidos, combinados a bordados ricos. Os tons de jeans mais escuros Ssão os queridinhos do momento, porque trazem uma sensação mais sofisticada às peças.

Também vale aquecer o visual com sued, camurça e couro, em caramelo e chocolate, que são ium clássico de inverno. No mais, os acessórios dão o tom, conforme o programa. Portanto, fique de olho nos itens indispensáveis nessa temporada, que são gorros, maxi golas, cachecóis volumosos, lenços encorpados, bandanas e bijus bem pesadas, em prata.

 

O xadrez ganha sentidos diferentes em cada proposta, assumindo ora um ar hispter, sob a jardineira, ora um estilo romântico, no look de saia e jaqueta e por fim, um mood grunge, na camisa de flanela sobre camiseta preta. O mais bacana: todas essas sugestões casam com a programação de junho, sem fazer feio.

Total jeans com patchwork de lavagens diferentes + bordados florais, fazem da produção um hit. Aposte em bijus pesadas, chapéus e truques de estilo como barras viradas e bandanas amarradas ao pulso, para se diferenciar.

Camurça, couro e suede, quando combinados ao jeans, traduzem os estilos country, folk e boho, com perfeição. Se essa é a ideia, saiba que sempre haverá espaço para looks com essas inspirações, principalmente nos dias frios. Pode investir sem medo. Ah, atenção às bolsas, que estão menores.

Fotos: Reprodução